Acidentes porto

acidentes porto

Qual a taxa de acidentes fatais em Portugal?

Portugal é o quarto país do bloco comunitário com mais acidentes fatais por 100 mil trabalhadores. De acordo com os dados divulgados, esta terça-feira, pelo Eurostat, a taxa de incidentes fatais na União Europeia tem recuado, nos últimos anos: de 2,87 por 100 mil trabalhadores em 2010 para 2,25 por 100 mil trabalhadores em 2017.

Quais os números de mortes e feridos graves nas estradas portuguesas?

Dados preliminares mostram 2021 com menos mortes e mais feridos graves nas estradas portuguesas Nas primeiras 24 horas após os sinistros, houve 387 mortes, menos três do que as 390 verificadas no ano atípico de 2020, em que o padrão de mobilidade foi travado pela pandemia.

Quais foram as primeiras 24 horas após os sinistros da Câmara de Matosinhos?

Nas primeiras 24 horas após os sinistros, houve 387 mortes, menos três do que as 390 verificadas no ano atípico de 2020, em que o padrão de mobilidade foi travado pela pandemia. A situação ocorreu pelas 17h00 na Estação Câmara de Matosinhos.

Qual o número de acidentes de trabalho Graves no Brasil?

Segundo dados do Sistema de Informação de Agravos de Notificação (Sinan) do Ministério da Saúde, que envolve o setor formal e informal da economia, o número de acidentes de trabalho graves notificados cresceu cerca de 40% em 2020, saltando de 94.353 em 2019 para 132.623 no ano passado.

Quantas pessoas morrem em acidentes na estrada?

Com dados referentes a 2010, o relatório conclui que 1,24 milhões de pessoas morrem todos os anos em acidentes na estrada, número que tem resistido a diminuir. Em Portugal, indica o relatório, morreram naquele ano 937 pessoas em acidentes rodoviários, o que equivale a 11,8 pessoas por 100 mil habitantes.

Qual a tendência de descida do número de acidentes com Mortos no Brasil?

➢2015 –descida de 8,13% relativamente ao ano anterior; ➢2016 –descida de 4,51% relativamente ao ano anterior; ➢2017 –inversão da tendência de descida do número de acidentes com mortos, verificando-se uma subida de 9,26% relativamente ao ano anterior (+49 acidentes com mortos);

Postagens relacionadas: